Você está visualizando atualmente Queda de Cabelo depois da Gravidez: O que deve saber

Queda de Cabelo depois da Gravidez: O que deve saber

A gravidez é um período de mudanças significativas no corpo da mulher e uma das alterações que ocorre com frequência é a queda de cabelo.
A queda de cabelo após a gravidez é uma preocupação comum entre muitas mulheres. Entender as causas por trás deste fenómeno, especialmente os fatores hormonais envolvidos, e saber como mitigá-lo, pode ajudar a aliviar as preocupações. Neste artigo, exploraremos as principais causas da queda de cabelo após a gravidez, com um foco especial nas alterações hormonais e suas implicações, bem como as melhores formas de enfrentá-la.

Durante a gravidez é normal que as mulheres passem por uma ligeira queda de cabelo  devido às flutuações hormonais. No entanto, essa perda é frequentemente leve e não causa afinamento perceptível do cabelo. O aumento dos níveis de estrogénio, que prolonga a fase de crescimento dos folículos, geralmente compensa a perda natural de cabelo.

Após o parto, a queda de cabelo é mais notável. É normal perder cerca de 100 a 150 cabelos por dia após o parto devido às mudanças hormonais e ao ciclo natural de crescimento do cabelo. Esse período de queda mais acentuada pode durar de seis a doze meses, mas o cabelo geralmente volta ao seu estado normal à medida que os níveis hormonais se estabilizam.

queda de cabelo depois da gravidez

Principais Causas da Queda de Cabelo

  1. Alterações Hormonais

    Durante a gravidez, os níveis hormonais flutuam consideravelmente e essas flutuações hormonais têm um papel vital na saúde capilar. A elevada produção de estrogénios durante a gestação leva a uma fase prolongada de crescimento capilar, promovem o crescimento dos cabelos, prolongando a fase de crescimento e diminuindo a fase de repouso. Isso resulta em cabelos mais densos e saudáveis durante a gestação.

    Após o parto, ocorre uma mudança drástica nos níveis hormonais. A queda de hormonas pode desencadear a queda abrupta dos cabelos que estavam na fase de crescimento. O estrogénio diminui substancialmente, levando a uma entrada repentina de muitos cabelos na fase de repouso, o que leva à queda de cabelo pós-parto. Geralmente, acontece cerca de dois a quatro meses após o parto.

  2. Deficiências Nutricionais

    A gravidez exige uma maior ingestão de nutrientes para sustentar o crescimento do bebé. Se a dieta não for equilibrada, pode ocorrer uma deficiência de vitaminas e minerais essenciais para a saúde capilar, como biotina, ferro e zinco.

  3. Stress Físico

    O corpo passa por um processo de recuperação após o parto, o que pode resultar em stress físico. O stress excessivo pode levar ao enfraquecimento dos folículos capilares e consequente queda de cabelo.

queda de cabelo depois da gravidez

Como diminuir a Queda de Cabelo depois da Gravidez

 

  • Cuidados Capilares Adequados

    Utilize produtos de cuidado capilar suaves e evite penteados que exercem pressão excessiva sobre os cabelos. Escovar o cabelo gentilmente e evitar tratamentos agressivos pode ajudar a reduzir a queda.

  • Dieta Nutritiva

    Consuma uma dieta rica em nutrientes essenciais. Inclua alimentos como ovos, peixes gordos, frutos secos, vegetais de folhas verdes e leguminosas para garantir a ingestão adequada de vitaminas e minerais.

  • Suplementos Nutricionais

    Consulte um profissional de saúde antes de iniciar qualquer suplementação, mas considere a toma de suplementos que promovam o crescimento capilar saudável, como a biotina, o ferro e o zinco. Continuar a tomar vitaminas pré-natais com a orientação do médico pode ajudar a manter os níveis nutricionais necessários para a saúde capilar.

  • Medicamentos

Alguns medicamentos podem ser prescritos quando a queda de cabelo se torna muito intensa neste período da vida da mulher. O Minoxidil é um medicamento tópico que pode estimular o crescimento capilar.  Geralmente, a quantidade que é aplicada de cada vez é de cerca de 1 mL e a duração do tratamento pode ser de cerca de 3 a 6 meses ou conforme indicação do médico ou dermatologista.

Consulte sempre um médico ou um farmacêutico antes de usar qualquer medicamento, especialmente durante a gravidez ou amamentação.

 

Em resumo, a queda de cabelo durante e após a gravidez é principalmente influenciada por alterações hormonais, incluindo o aumento de estrogénio durante a gestação e a subsequente diminuição após o parto. Essas mudanças hormonais afetam o ciclo de crescimento do cabelo, levando à queda temporária.
É importante lembrar que alguma perda de cabelo é normal nesse período, mas se estiver preocupada com a quantidade de cabelo perdido, é aconselhável consultar um médico para descartar possíveis problemas de saúde subjacentes. Além disso, manter uma dieta equilibrada, cuidados capilares adequados e, se necessário, suplementação sob orientação médica, pode ajudar a minimizar o impacto da queda de cabelo após a gravidez.

Deixe um comentário